Araraquara alcança índice para novo lockdown pela 1ª vez e há fila por leitos de UTI

"Nossa situação é gravíssima", disse o prefeito de Araraquara.

Edinho Silva voltou a fazer um pronunciamento pelas redes sociais para falar sobre a situação da pandemia na cidade. Na manhã desta terça-feira (8), o prefeito de Araraquara voltou a alertar sobre a possibilidade de um novo lockdown e disse que o momento é grave.

"Nossa situação é gravíssima. [...] Hoje Araraquara alcançou pela primeira vez o índice que estabelece o fechamento das atividades na nossa cidade", destacou o prefeito logo no começo do pronunciamento.

Nesta terça-feira (8), Araraquara confirmou mais 119 novos casos de coronavírus. O número equivale a 21,13% de todos os testes realizados na cidade. Com isso, a Morada do Sol passou pela primeira vez o índice estabelecido para um novo fechamento no município.

Com isso, o prefeito voltou a salientar a regra vigente que determina o fechamento ou não de Araraquara. O decreto municipal prevê que a taxa nos testes não pode passar de 30% (28,32% hoje) dos pacientes sintomáticos por três dias consecutivos ou por cinco dias alternados em um prazo de sete dias de intervalo. Se isso acontecer, a cidade pode voltar a fechar tudo novamente. Entre os testes gerais, o limite é de 20% (21,13% hoje).

De acordo com Edinho Silva, os índices registrados nesta terça-feira (8) apontam que a doença cresceu muito em Araraquara. O prefeito também informou que pela primeira vez após três meses a cidade tem pessoas intubadas que aguardam leitos. "Isso vai significar, em questão de dias, uma pressão absurda sobre os nossos leitos e principalmente sobre a ocupação de UTI. Pela primeira vez em 90 dias nós estamos com pacientes na Vila Xavier, inclusive dois intubados, aguardando leitos e nós não temos leitos nesse momento para oferecer".

O gestor também comentou que o município já vinha alertando os moradores nos últimos dias e voltou a destacar a importância de seguir medidas de combate ao vírus. "Nós estamos, na última semana, nos últimos dias, alertando a cidade de Araraquara. Pedindo para que a cidade de Araraquara colabore. [...] Use máscara o todo tempo, não faça e não permita nenhuma forma de aglomeração. A doença só cresce se alguém contaminado entrar em contato com alguém saudável".

Ainda segundo Edinho, o diálogo também pode ser uma arma de combate ao coronavírus e evitar que Araraquara feche. "Nós podemos evitar que Araraquara feche, só depende de você. Se você toma cuidado e conhece alguém que não toma os cuidados devidos, por favor, conscientize".

Apesar de existir o risco, o gestor evidenciou lados negativos do fechamento total. "Lockdown é ruim para o comércio, pequeno e médio empresário. É ruim para o trabalhador autônomo, para aqueles que já estão em situação de desemprego. É ruim para nossas crianças que estão caminhando para 2 anos sem poder frequentar as escolas. Nós estamos gerando, infelizmente, entre esses alunos, uma geração analfabetos funcionados. É um desastre para uma cidade que quer ser progressista, moderna e que quer sonhar com o futuro". A cidade pode fechar novamente nos próximos dias caso os indicadores continuem ultrapassando os índices estabelecidos. "Se nós repetirmos por mais dois dias esse indicador, nós teremos que fechar. Ou se nós em uma semana tivermos cinco dias alternados, nós também iremos fechar. Ou três dias consecutivos ou cinco dias em uma semana", esclareceu ele.


22 visualizações0 comentário
DF
Faro Vistorias
Elite site
100 BASICO
ANALISA AGAIN
Restaurante Dotti
Site Propaganda
Marcela Propaganda
1/1