Delegado alerta para golpes por WhatsApp e sites de buscas

Em Matão são registrados quatro golpes por dia

O delegado titular da Polícia Civil de Matão, Alfredo Gagliano Júnior, pede atenção para o grande número de golpes pelas redes sociais e Whatsapp. Em Matão são registrados quatro golpes por dia.

O golpe pelo Whatsapp é quando o telefone é clonado e o criminoso utiliza de contatos de familiares para pedir dinheiro como se fosse o filho, a irmã, o pai, enfim, quem eles conseguirem mais facilidade.

Exemplo, um médico recebeu uma mensagem pelo numero do telefone do ‘filho’, pedindo dinheiro e apontando onde deveria ser feito o depósito.

É quase impossível descobrir a origem do golpe e, na maioria das vezes, as contas depositadas são extintas ou de ‘laranjas’, que recebem uma certa quantia para ‘emprestar’ as mesmas até o saque.

Veículos

Apesar de empregar tudo que há de mais moderno em segurança, os sites de veículos têm sido uma ‘porta de entrada’ para os golpistas e em Matão toda a semana tem vítima, inclusive um de R$ 115.000,00.

Mesmo tendo muitas garagens e concessionárias na cidade, as vantagens anunciadas por sites passa a ser preferência. Uma vítima tentou comprar uma caminhonete e teve enorme prejuízo.

Financeiras

Outro golpe comum é o de financeiras de internet. A pessoa se prontifica a pedir um empréstimo em dinheiro e o golpista pede uma quantia para fazer o cadastro (que na verdade não existe entre as instituições sérias).

A pessoa achando que receberá o valor solicitado, faz o depósito e jamais consegue falar com a tal ‘Financeira’, que, na verdade, é um golpe e são muitos os que caem.

"Não existem milagres em negociações e negócios. Incentivem os comerciantes locais e a cidade ganha com isso. Os golpes são muitos em redes sociais e aplicativos, muito cuidado e atenção”, orienta a autoridade.

Fonte: Maury Jr.


70 visualizações

1/1

(16) 997848008

©2020 por Social Night. Orgulhosamente criado com Wix.com